Tag: idosos

Dia dos Avós | Curtir os netos com saúde é tudo!

Especial | Saúde do idoso

Os avós de hoje já não são mais representados pelo estereótipo de pessoas sedentárias, limitadas e com bengala (ainda bem!) O vovô de hoje é dinâmico, antenado com a tecnologia, pratica atividades físicas, tem vida social e afetiva ativa, viaja bastante e, em muitos casos, continua no mercado de trabalho, produzindo ativamente como em qualquer outra fase da vida. Mas não dá pra esquecer de se cuidar, não é mesmo? Afinal de contas, os avós tem que ter bastante saúde para curtir os netos!

Com o passar dos anos o organismo fica mais suscetível a desenvolver doenças, o que exige alguns cuidados preventivos para minimizar e até evitar esta situação. Confira os exames de rotina que não podem ser deixados de lado e que devem ser feitos pelo menos uma vez por ano!

HEMOGRAMA

O hemograma dá informações preciosas sobre a quantidade e a funcionalidade das células que compõem o sangue: as hemácias (responsáveis pelo transporte de oxigênio), os leucócitos (responsáveis pelas defesa do organismo) e as plaquetas (participam da  coagulação). O exame também ajuda no diagnóstico de anemias, doenças autoimunes, infecções e alguns tipos de câncer, como a leucemia, além de servir como acompanhamento de tratamento de várias doenças.

URINA ROTINA

É um exame de triagem para verificar possíveis alterações nos rins.

UREIA E CREATININA

Avaliam a função renal e identificam problemas como a insuficiência renal e outras alterações, muito comuns nos casos de diabetes e hipertensão.

TRANSAMINASES (TGO/TGP) E GGT

Avaliam a função hepática.

TSH E T4 LIVRE

Avaliam a funcionalidade da tireoide, conseguindo detectar alterações de forma bem precoce.

PROTEÍNAS TOTAIS E ALBUMINA

Avaliam a condição nutricional e hepática.

25-HIDROXI-VITAMINA D

É um hormônio produzido na pele que participa da fixação do cálcio aos ossos, além de ter uma importante na imunidade. A deficiência de vitamina D aumenta o risco de osteoporose, então é muito importante a realização desse exame.

GLICEMIA DE JEJUM

Mede o nível de glicose (açúcar) no sangue em jejum. É muito importante para detectar casos iniciais de diabetes, que podem ser revertidos com mudanças na alimentação e realização de exercícios. Além disso, é usado para acompanhar pacientes diabéticos em tratamento.

PSA LIVRE E TOTAL

Serve como triagem do câncer de próstata. Se os valores estiverem alterados são realizados exames complementares para diagnosticar ou descartar um câncer de próstata. Além disso, é usado para monitorar o tratamento.

PESQUISA DE SANGUE OCULTO NAS FEZES

Serve para identificar a presença de sangue invisível a olho nu e detectar a presença de sangramentos no intestino grosso, que podem ser sinais de úlceras, colite ou até câncer. Diagnosticado no início, o câncer colorretal pode apresentar cerca de 90% de chances de sucesso no tratamento!

PERFIL LIPÍDICO

Avalia os níveis de triglicérides, colesterol total e suas frações – HDL (o bom colesterol) e LDL (colesterol ruim). A análise destes exames permite identificar precocemente os riscos de doenças e problemas cardiovasculares, principalmente a aterosclerose e o AVC (acidente vascular cerebral), duas doenças que causam significativa redução na qualidade de vida na terceira idade.

Além dos exames de rotina, é importante viver bem! Demos várias dicas para viver intensamente a terceira idade num post recentemente. Vale a pena a leitura!

Conte com o Gerardo Trindade para cuidar da sua saúde!

QUALIDADE DE VIDA E BEM ESTAR NA TERCEIRA IDADE

A terceira idade traz consigo inúmeros desafios; é comum nessa idade que o uso de medicamentos seja maior e as limitações físicas sejam fiéis companheiras. Atualmente, a expectativa de vida do brasileiro é de 72,78 anos (IBGE). Nessa idade, diversas mudanças ocorrem, como por exemplo, o declínio do organismo, que pode ocasionar redução de força, perda de mobilidade articular e sensoriais, prejudicando a capacidade coordenativa. Em contrapartida há diversos modelos de envelhecimento ideal e um deles é nomeado envelhecimento ativo. Neste contexto, quanto mais ativas as pessoas se mantém no decorrer da vida, mantendo padrões de sua autonomia e atividade, melhor envelhecem (PAPALIA, OLDS E FELDMAN; 2006.)

Ler mais

Semana do idoso – Qualidade de vida e bem estar na terceira idade

A terceira idade traz consigo inúmeros desafios; é comum nessa idade que o uso de medicamentos seja maior e as limitações físicas sejam fiéis companheiras.  Atualmente, a expectativa de vida do brasileiro é de 72,78 anos (IBGE). Nessa idade, diversas mudanças ocorrem, como por exemplo, o declínio do organismo, que pode ocasionar redução de força, perda de mobilidade articular e sensoriais, prejudicando a capacidade coordenativa. Em contrapartida há diversos modelos de envelhecimento ideal e um deles é nomeado envelhecimento ativo. Neste contexto, quanto mais ativas as pessoas se mantém no decorrer da vida, mantendo padrões de sua autonomia e atividade, melhor envelhecem (PAPALIA, OLDS E FELDMAN; 2006.)

Ler mais