Categoria: Terceira Idade

Semana do Idoso – DICAS PARA VIVER INTENSAMENTE A TERCEIRA IDADE

Até bem pouco tempo envelhecer significava resignar-se a uma vida de baixa qualidade, principalmente devido às limitações físicas e outras doenças que surgiam nessa fase da vida. Felizmente, esse estigma tem desaparecido e isso é resultado de idosos felizes, ativos e pessoas que não usam a idade como desculpa para não curtir a vida!

A Organização Mundial de Saúde define saúde como “um estado de completo bem-estar físico, mental e social, não consistindo somente da ausência de uma doença ou enfermidade.” Quando pensamos dessa forma é compreensível as brincadeiras dos jovens, como “meu avô tem mais saúde do que eu” ou “sou mais ativa do que a minha neta”, entre outras.

A OMS também recomenda a importância de “adicionar saúde aos anos”, e o que isso significa? A longevidade não é a única estrela na vida, a qualidade de vida alcançada ao longo dos anos, principalmente na terceira idade, talvez seja mais importante. Além disso, continuar com vigor e VONTADE DE VIVER são fundamentais! Para chegar lá, alguns cuidados e recomendações precisam ser levados em consideração! Vamos ver quais são?

– Há uma diferença entre ser independente e não pedir ajuda

A independência é maravilhosa em qualquer fase da vida, porque contribui para a construção de quem somos e de quem queremos ser, do que gostamos ou não gostamos e assim por diante. Mas isso não quer dizer que você não possa pedir ajuda, quando necessário. Não tenha vergonha, aceite e peça companhia!

– Ter uma alimentação saudável é diferente de se privar de uma eventual vontade

“Vontade dá e passa”, diz a sabedoria popular. Tudo bem, a alimentação saudável contribui para a prevenção de uma série de doenças, mas quando a vontade por um bolo bater não se prive! Capriche na receita, você merece! Uma dica é optar por combinações como banana e canela ou maçã e canela 😉

– Mexa o corpo!

A atividade física é o grande elixir da vida, principalmente os exercícios aeróbicos, o alongamento e as atividades que estimulam o equilíbrio e o fortalecimento do corpo.

– Amor não tem idade, viva intensamente!

Amor, respeito e companheirismo não tem idade, viva esse sentimento sem se sentir culpado(a) ou achar que não merece ou, ainda, que não tem mais tempo de aproveitá-lo!

– Faça planos

Quem faz planos, sonha! E quem sonha está repleto de vida ❤

– Abandone a teimosia

Quem quer sempre ter razão deixa de aproveitar o principal ingrediente da vida, a felicidade. Você prefere ser feliz ou ter razão?

– Tire sempre suas dúvidas

Muito embora a idade traga sabedoria e experiência de vida é impossível saber tudo. Por isso, esclareça suas dúvidas no consultório, pergunte referências geográficas para chegar até o local que você deseja, converse sobre os medicamentos que o médico transcrever e assim por diante.

TODOS MERECEM VIVER BEM NA TERCEIRA IDADE

Participe do nosso Check-up Solidário, de 25/02/19 a 01/03/19, ajudando os idosos do Asilo São Vicente de Paula com a doação de fraldas geriátricas você ganha um check-up básico, que inclui glicemia, colesterol e triglicérides!

Uma boa ação é capaz de transformar quem a recebe e, inevitavelmente, quem a faz!

Saiba onde nos encontrar: Av. Rodolfo Mallard, 34 – Centro , Pirapora – MG

 

Envelhecer com saúde: cinco pilares para uma velhice plena

Todas as fases da vida devem ser vividas com intensidade. Envelhecer faz parte vida e chegar à velhice dependerá muito das atitudes que tomamos ao longo da vida.  Nunca é tarde para se cuidar, ter uma vida saudável, plena e feliz. Convidamos você a fazer uma reflexão sobre os cuidados para envelhecer de forma saudável, focando em cinco pilares fundamentais:

Ter propósito de vida

Cuidar do corpo

Cuidar da mente

Manter relações afetivas e sociais de qualidade

Cultivar a espiritualidade


1) TER PROPÓSITO DE VIDA

O propósito de vida é o que orienta toda a nossa trajetória existencial, está intimamente associado a nossa identidade e tem como base nossas crenças e valores. É motivo para levantarmos da cama todos os dias. Nosso propósito de vida é a lembrança de quem somos e do impacto que causamos no Universo. Está relacionado aos nossos talentos, ações, objetivos, sonhos e aspirações mais profundas.  Para você se inspirar e, se preciso, realinhar sua rota, reflita sobre as questões abaixo:

  • Qual é a sua razão para viver?
  • Quais são os seus objetivos de vida?
  • Quais são os seus sonhos?
  • Qual é o seu projeto de vida?

Procure se manter ocupado, descubra atividades que ofereçam prazer e bem-estar!

2) CUIDAR DO CORPO

Para ter uma vida plena é necessário que o corpo esteja saudável e capaz de realizar o que precisa ser feito sem muito esforço ou dor. Alguns hábitos são essenciais para manter o corpo saudável em qualquer idade:

Alimentação saudável:

A alimentação equilibrada é necessária para a reposição dos nutrientes necessários para o bom funcionamento do organismo. Para um plano alimentar personalizado busque a ajuda de um nutricionista, que irá adaptar a sua alimentação às suas necessidades e gosto. Em regras gerais, temos que ingerir os seguintes alimentos e nutrientes:

  • As fibras, presentes nas frutas e outros alimentos, são benéficas para o bom funcionamento do intestino;
  • Cálcio, presente no leite e seus derivados;
  • Alimentos integrais, legumes e verduras precisam estar sempre presentes da rotina alimentar;
  • Proteínas, que são fundamentais para reforçar o sistema imunológico, além de ajudar na manutenção da massa magra;
  • As gorduras boas, que são aliadas no combate às doenças do coração. Elas estão presentes nas castanhas e no azeite, por exemplo.

Além da alimentação é fundamental consumir, no mínimo, 2 litros de água por dia. A disposição e o equilíbrio do corpo estão intimamente ligados à hidratação.

 Exercícios físicos:

Com o processo de envelhecimento, o idoso perde aos poucos algumas capacidades físicas, como a força muscular, o equilíbrio e a mobilidade das articulações. Esse processo pode  levar à dependência de alguém para toda e qualquer atividade do dia a dia, mesmo nas mais simples, como fazer a higiene pessoal. O exercício físico é necessário para manter e restaurar as capacidades físicas.

Além de prevenir uma série de doenças, o exercício físico também influencia no tratamento das doenças já estabelecidas, diminuindo a mortalidade, o número de internações e proporcionando uma qualidade de vida melhor para quem se exercita.  Todas as pessoas acima de 60 anos devem realizar exercícios de força (musculação e Pilates, por exemplo) com a finalidade de:

  • Fortalecer os músculos e melhorar a capacidade funcional, ou seja, a capacidade de realizar os movimentos do dia a dia;
  • Diminuir o risco de quedas;
  • Prevenir e tratar a osteoporose;
  • Auxiliar no tratamento da diabetes, da pressão arterial e da artrose;
  • Melhorar a dor nas costas;
  • Melhorar a função cardiovascular e metabólica;

 Hábitos saudáveis:

Alguns hábitos são essenciais para a manutenção do bem-estar físico do idoso. Se você ainda não os pratica, ainda é tempo:

  • Durma o número de horas de sono necessárias. Durante uma boa noite de sono o nosso organismo tende a se equilibrar, pois muitos processos metabólicos acontecem neste momento. Quando o idoso não dorme o suficiente, acorda com menos disposição, antecipa o envelhecimento, dificulta a concentração e se torna mais propenso a obesidade, diabetes, pressão alta e doenças infecciosas;
  • Evite o cigarro. O cigarro, além de ser um das maiores causas de câncer, contribui para o endurecimento das paredes dos vasos – a aterosclerose – levando problemas cardíacos e AVCs, por exemplo. Além disso, a baixa oxigenação que o cigarro induz leva ao envelhecimento precoce da pele e a formação antecipada de rugas;
  • Evite o álcool. O álcool é metabolizado no fígado e seu excesso pode causar lesões irreversíveis nesse órgão;
  • Faça check-ups de saúde periodicamente. A realização de exames periódicos é uma medida eficaz de prevenção de doenças  que podem surgir e se agravar com o tempo. Vá ao seu médico semestralmente e realize os exames que ele passar. Também é importante fazer um acompanhamento semestral com o dentista, principalmente em caso de uso de próteses dentárias;
  • Não tome medicamentos sem orientação médica. A metabolização dos medicamentos é feita no fígado, que tem sua função diminuída com o passar dos anos. O excesso de medicamentos pode levar até a uma hepatite fatal;
  • Mantenha o peso adequado. A gordura tende a se alocar no abdômen, envolvendo os órgãos. Este tipo de gordura é extremamente prejudicial ao coração, podendo levar a um infarto. O excesso de peso também agride as articulações, podendo levar a artroses e quebra de ossos;
  • Tome 15 minutos de sol pela manhã diretamente nas costas, para estimular a produção de vitamina D pela pele. A vitamina D e o cálcio são essenciais para fortalecer os ossos e prevenir a osteoporose;
  • Use filtro solar ao sair no sol, a pele do idoso é mais fina e pode sofrer queimaduras facilmente.

3) CUIDAR DA MENTE

Com o envelhecimento é natural que haja diminuição da memória e esquecimentos, sem que isso seja uma doença. São várias as causas que levam a esse quadro, entre elas, por exemplo: perda de neurônios e sinapses (5% por década) na região do hipocampo, que é responsável por fixar a memória recente; diminuição do fluxo sanguíneo no cérebro.

Apesar da perda de memória “programada” é possível impedir e até reverter esse quadro. Algumas pequenas atitudes realizadas regularmente auxiliam na fixação da memória recente:

– Aprender coisas novas: aprender uma nova língua, usar uma nova tecnologia, ler um livro. Ao se aprender algo há um aumento na quantidade de neurônios do hipocampo e na quantidade de sinapses entre eles;

– Fazer palavras cruzadas, jogar sudoku: esses jogos estimulam a formação de novas sinapses entres os neurônios já existentes, reforçando a manutenção da memória;

– Controlar o diabetes: o excesso de glicose no sangue causa danos nos neurônios;

– Controlar o colesterol: o colesterol em excesso se deposita nos vasos sanguíneos (aterosclerose), diminuindo seu calibre e a vascularização do cérebro;

– Fazer exercícios: exercícios são fundamentais para aumentar o aporte de sangue para o cérebro e levar os nutrientes que ele precisa para realizar suas funções.

4) MANTER RELAÇÕES AFETIVAS E SOCIAIS DE QUALIDADE

O relacionamento com outras pessoas é imprescindível para a manutenção da saúde mental de qualquer pessoa. Com o envelhecimento há uma diminuição natural no número de pessoas com quem se convive: os filhos que crescem e já não moram com os pais, os colegas de trabalho que já não se encontram por perto após a aposentadoria, os amigos que morrem… Porém, o ser humano é gregário por natureza e necessita do contato com o outro para se manter mentalmente saudável. O isolamento do idoso deve ser acompanhado pela família com muita atenção, pois ele é uma das grandes causas do surgimento de depressão nessa faixa etária. Existem várias formas de formar novos laços e reforçar os laços afetivos anteriores. Alguns exemplos:

–  Entrar para um grupo com que se tenha afinidades: dança, aula de línguas, aula de pintura, entre outras.

–  Usar as mídias sociais para manter contato com familiares e amigos distantes;

– Fazer viagens em grupo;

– Ser voluntário em um projeto social ou hospital.

5) CULTIVAR A ESPIRITUALIDADE

A espiritualidade é um dos grandes pilares do ser humano, porque proporciona alento nos momentos difíceis e oferecem sentido a própria existência, abrandando o medo ancestral da morte que se torna mais próxima para o idoso.  Cada pessoa vive a espiritualidade a seu modo, de acordo com a sua formação familiar e cultural, não existindo o certo ou o errado neste terreno.

Revisados os cinco pilares do envelhecer saudável, esperamos que você os coloque em prática. Cuidar de você é única e exclusivamente uma obrigação sua. Tome a sua vida em suas mãos, não importa a idade que você tenha hoje. Você vai ser um idoso um dia!

Conte com o Laboratório Gerardo Trindade para cuidar da sua saúde!