Uma pesquisa realizada na Harvard Medical School, nos Estados Unidos, com participação da USP, revelou que o escore de lipoproteínas associadas à resistência insulínica (LPIR), é um marcador que pode detectar mais precocemente o risco de desenvolver diabetes tipo 2, mesmo em pessoas que possuem peso, glicemia e colesterol normais.  Mas o que esse LPIR? Trata-se de um marcador composto baseado em seis partículas de colesterol (lipoproteínas), extremamente sensíveis à resistência insulínica, mecanismo ligado ao desenvolvimento de diabetes tipo 2. A partir desses números é feito um escore ponderado que pode variar de 0 a 100,  no qual valores maiores indicam maior risco de diabetes tipo 2.

Ler mais